CORPO HUMANO

O nosso cérebro é constituído por mais de 10 mil milhões de células nervosas e pesa cerca de 1,5 Kg! É o órgão mais extraordinário que temos! Ele controla e regula todos os processos inconscientes, tais como a respiração ou a freqüência cardíaca, e coordena a maior parte dos movimentos voluntários. É o local da consciência, pensamento e criatividade!


Como é que o cérebro comunica com o corpo?
Diferentes partes do cérebro executam diferentes tarefas. Algumas partes recebem mensagens dos órgãos sensoriais, enquanto que outras controlam o equilíbrio e a coordenação muscular. Há outras partes ainda que regulam a fala, as emoções, as memórias, movimentos básicos e cálculos complexos. Podes pensar que é no coração que sentes as emoções, na realidade, elas são sentidas no cérebro. Podes pensar que são as tuas pernas que te levam onde queres, mas na verdade é o teu cérebro que dá instruções aos músculos para fazerem as pernas moverem-se. São os olhos que recebem a luz e projetam as imagens na retina, mas aquilo que vemos é processado pelo cérebro.
O cérebro humano é diferente do dos outros animais?
O cérebro humano é mais complexo do que o de qualquer animal na Terra! Porquê? Em comparação com o tamanho do corpo, o nosso cérebro é bastante grande, o que não acontece com mais nenhum outro animal. Durante o crescimento, o cérebro vai ficando enrugado. Se ele não enrugasse e crescesse normalmente, ficaria do tamanho de uma almofada!
O cérebro está dividido em duas partes (hemisférios). O lado esquerdo controla o lado direito do corpo; e o lado direito do cérebro controla o lado esquerdo do corpo.
O cérebro de um recém-nascido cresce quase 3 vezes o seu tamanho durante o primeiro ano! Os humanos têm o cérebro mais complexo de qualquer criatura na Terra.
O cérebro humano é o que possui mais pregas de todos os seres vivos. Por isso, se o estendesse-mos, mediria aproximadamente 2 metros, enquanto que o cérebro de um gorila, apesar de ter o mesmo peso, só mediria uma quarta parte do tamanho do cérebro humano.
Os cientistas calcularam que a velocidade de um pensamento é de 240 km/h!
Se não exercitarmos o que aprendemos, esquecemos 25% em seis horas, 33% em 24 horas e 90% em seis meses.
1,4 kg - O peso do cérebro humano. Este consome 25% do oxigênio que respiramos.
O cérebro possui 12 milhões de células nervosas (neurônios).
Os impulsos nervosos podem ser transmitidos pelos nervos ou pelas fibras musculares a uma velocidade superior a 320 km/h.
A hormona denominada corticosterona, que é segregada em momentos de ansiedade, é a responsável pelas repentinas perdas de memória. Esta hormona bloqueia a recuperação de informação até uma hora depois de terminar a situação de tensão. Isto explicaria, por exemplo, que alguns estudantes fiquem em branco nos exames. Ao acalmar, o cérebro recupera de novo os dados.
Boa parte das imagens que vemos são processadas nos próprios olhos, e não no cérebro. Graças a isso, detectamos, com alguns segundos de antecipação, a posição que determinado objeto em movimento ocupará em seguida. Se os nossos olhos funcionassem como câmeras fotográficas, captando apenas as imagens para o cérebro identificar, veríamos sempre com atraso a posição dos objetos em movimento porque o processo demoraria algumas frações de segundo e o risco de colisões aumentaria muito. Por exemplo, um automóvel a andar a 40 Km/h seria percebido um metro atrás da sua posição verdadeira.
O esqueleto de um homem de 64 quilos pesa cerca de 11 quilos.
O olho humano é capaz de distinguir 10.000.000 de diferentes tonalidades.
Se dormirmos, em média, 8 horas por dia, aos 40 anos teremos dormido 13 anos.
Com uma média de 70 batidas por minuto, o coração bate 37 milhões de vezes por ano.
O corpo humano é formado por 70% de água, que corresponde à metade do nosso peso. No organismo, a água transporta alimentos, resíduos e sais minerais; lubrifica tecidos e articulações; conduz glicose e oxigênio para o interior das células, e regula a temperatura.
Um adulto elimina 3 litros de água por dia, por meio da urina, suor e da respiração.
Cada soluço dura menos de 1 segundo e ocorrem com uma freqüência normal e regular de 5 a 25 vezes por minuto. O livro dos recordes menciona um soluço que durou 57 anos.
A força necessária para dar três espirros consecutivos, queima exatamente o mesmo numero de calorias que um orgasmo.
Uma pessoa normal tem á volta de 1.460 sonhos por ano.
Uma pessoa possui quase um milhão de fios de cabelo.
Os vasos capilares são 50 vezes mais finos do que um cabelo.
Segundo cientistas japoneses, cada beijo diminui o tempo de vida em 3 minutos, tal o esforço exigido ao coração.
O cabelo cresce cerca de 0,6 cm por mês e mais depressa pela manhã do que em qualquer outra hora do dia.
O único osso do corpo humano que não se liga com nenhum outro é o hióide, que sustenta a língua e os seus músculos.
Uma piscadela de olho dura, em média, um décimo de segundo.
Se uma pessoa nunca cortasse as unhas das mãos, elas mediriam cerca de 4 metros aos 80 anos.
Mais de metade dos ossos do corpo humano estão nas mãos e nos pés.
Numa vida, um ser humano passa, em média, 8 anos em filas de espera.
Em média, uma criança de 4 anos faz 437 perguntas por dia.
A mão humana tem 27 ossos e 35 músculos.
O corpo humano precisa de cerca de 6 mil nomes para que todas as suas partes macroscópicas sejam descritas. Existem órgãos que têm nomes epónimos (termos que levam o nome do cientista que primeiro descreveu o órgão). Muitos epónimos têm nomes diferentes consoante o país em que se está, como o ligamento inguinal, na virilha. Ele é chamado de ligamento de Falópio pelos italianos conterrâneos de Falópio e de ligamento de Poupart pelos franceses. A ciência moderna quer acabar com os epónimos e com outros nomes menos científicos e decidiu dar novos nomes a esses órgãos:

NOME VELHO NOME NOVO
dedão do pé dedo grande do pé ou halux
dedo mindinho dedo mínimo ou 5º dedo
maçã do rosto Zigoma
maxilar inferior Mandíbula
pelos das axilas Hircos
pelos do nariz Vibrissas
pelos das orelhas Trageos
maçã-de-adão proeminência laríngea
trompa de Eustáquio tuba auditiva
tendão de Aquiles tendão calcâneo


As lágrimas, responsáveis pela lavagem e lubrificação dos olhos, só começam a ser produzidas a partir dos dois meses de idade. Antes disso, o bebê realmente chora "a seco". Nesses primeiros 60 dias de vida, o que protege os olhinhos do bebê é o fato de ele passar a maior parte do tempo a dormir.
Os Humanos são os únicos primatas que não têm pigmentação na palma das mãos.
Em cada 2,54 cm de pele humana, existem 19 milhões de células, 60 pelos, 90 glândulas sebáceas, 5,79 metros de vasos sangüíneos, 625 glândulas sudoríparas e 19 mil células nervosas.
A superfície da pele mede 2 metros quadrados e pesa cerca de 4 kg.
O corpo possui pequenos ossos que, um dia, fizeram parte de uma cauda (cóccix) e músculos inoperantes que serviam para movimentar as orelhas. São chamados órgãos vestigiais.
Cerca de 321.000 km de vasos transportam o sangue por todo o corpo de um adulto.
Uma pessoa possui, em média, gordura corporal suficiente para fazer duas dúzias de sabonetes.
Existem 5 milhões de glóbulos vermelhos e 10 mil glóbulos brancos em cada gota de sangue.
Os bebês conseguem engolir e respirar ao mesmo tempo.
Durante uma vida, a nossa pele é renovada aproximadamente 1.000 vezes.
Um verdadeiro mestre Faquir pode fazer coisas muito mais espetaculares do que suportar os pregos existentes no seu colchão. Ele pode, por exemplo, fazer com que metade da sua palma da mão aqueça 10 graus a mais do que a outra metade, pode parar o coração durante um certo tempo, ou pode reduzir os seus sinais vitais até ao mínimo entrando num estado parecido à hibernação de alguns animais.
Existem vários tipos de amnésia. A amnésia retrógrada é a mais rara, apesar de ser a mais cinematográfica. Neste tipo de amnésia, o indivíduo não se lembra de nenhum aspecto da sua vida antes da ocorrência da lesão. Por outro lado, na amnésia anterógrada, a mais comum e grave, o indivíduo recorda-se do seu passado, mas não consegue aprender nada de novo.
Durante o tempo que demoraste a ler esta frase 50.000 células do teu corpo morreram e foram substituídas por células mais novas.
O coração de uma pessoa com 75 anos já bateu mais de 2.737.500.000 de vezes.
Em 21 de Novembro de 1997, os cabelos de Hoo Sateow foram desenrolados e medidos. O comprimento do seu cabelo chegava aos 5.15 metros. Este é, oficialmente, cabelo mais comprido do mundo. No entanto, em segundo lugar, aparece o seu irmão Yee com 5.00 metros de cabelo. Ajudados pelos vizinhos da aldeia, os dois irmãos lavam os cabelos uma vez por mês com detergente e água. Hoo começou a deixar crescer o cabelo em 1929, quando tinha 18 anos de idade. Antes disso, nesse mesmo ano, cortou o cabelo e ficou gravemente doente, o que o levou a dizer que nunca mais cortaria o cabelo... e assim foi até hoje.
A barba mais longa media 1.83 metros e pertencia ao indiano Shamsher Singh. A medida foi feita desde o queixo até à ponta da barba, em 18 de Agosto de 1997.
Um adulto médio produz cerca de meio litro de gás flatulento por dia, resultando numa média de 14 ocorrências flatulentas por dia.
A temperatura do corpo não fica estabilizada em 37 graus o dia inteiro. Ela sobe para 37,2 às 5 ou 6 da tarde e vai caindo para os 36 graus durante a madrugada.
As impressões digitais formam-se 6 a 8 semanas antes de o bebê nascer e nunca são iguais.
O corpo é formado por 70% de água, que corresponde à metade do nosso peso. No organismo, a água transporta alimentos, resíduos e sais minerais; lubrifica tecidos e articulações; conduz glicose e oxigênio para o interior das células; e regula a temperatura.
Os destros vivem em média 9 anos a mais do que os canhotos.
O coração bombeia o sangue com uma pressão suficiente para o esguichar a uma altura de 9 metros.
Apenas uma pessoa em cada 2 bilhões viverá mais de 116 anos.
Se as doenças do coração, o cancro e os diabetes fossem erradicados, a expectativa de vida do homem seria de 99,2 anos.
Uma pessoa pisca os olhos aproximadamente 25 mil vezes por dia.
Se uma pessoa usar "headphones" durante mais de uma hora, o número de bactérias do ouvido aumenta 700 vezes.
As unhas da mão crescem aproximadamente 4 vezes mais rápido que as do pé.
O teu coração bate mais de 100.000 vezes por dia!
O crânio tem 29 ossos.
A cada ano, 98% dos átomos do nosso corpo são substituídos.
Os pés possuem um quarto dos nossos ossos.
O esqueleto de um homem de 64 quilos pesa cerca de 11 quilos.
A quantidade de sangue que circula no organismo varia de pessoa para pessoa. Em média, representa em litros uma décima parte do peso do corpo. Assim, uma pessoa de 70 quilos, terá aproximadamente sete litros de sangue a correr nas suas veias e artérias.
O que fazem os músculos?
Os músculos permitem fazer movimentos. Os músculos movem-nos. Sem músculos seriamos incapazes de abrir a boca, falar, andar, falar, ou até mesmo digerir a comida. Não conseguiríamos mover nade dentro ou fora do nosso corpo. De fato, sem músculos, não conseguiríamos viver muito mais do que alguns minutos.
Quantos músculos temos?
Em média, 40% do peso do corpo está nos músculos. O corpo humano tem mais de 630 músculos. Os músculos não puxam, eles empurram. Você pode se perguntar: se os músculos não puxam, como é que eu consigo mover os dedos para trás e para frente? A resposta? Os músculos funcionam aos pares. Deste modo há sempre um músculo que fazendo um movimento inverso ao outro.
Como é que os músculos se movem?
As células que constituem os músculos fazem movimentos de contração e relaxação. Pequenas fibras microscópicas nestas células contraem-se deslizando umas ao lado das outras, tal como quando abrimos e fechamos uma porta de correr. As células dos músculos usam a energia química proveniente dos alimentos para poderem fazer estes movimentos. Sem alimentos, e alguns tipos de nutrientes, os músculos não seriam capazes de obter a energia para se moverem.
Alguns músculos são chamados "voluntários", ou seja, apenas funcionam quando lhes dizemos para funcionarem. Alguns exemplos de movimentos voluntários são: falar, chutar uma bola, bater palmas, etc. Outros movimentos, tais como os batimentos do coração, os movimentos do diafragma que nos permitem respirar, ou o piscar de olhos, são automáticos. São chamados movimentos involuntários. E como é que estes músculos se movem? Eles movem-se através de sinais provenientes de alguns nervos e, em alguns casos, do cérebro.
Temos mais de 30 músculos faciais que nos permitem realizar expressões tais como: surpresa, alegria, tristeza ou choro.
Os músculos dos olhos são os que mais trabalham. Estima-se que eles se movam mais de 100.000 vezes por dia.
Por cada sílaba que o homem fala, 72 músculos entram em movimento. Para sorrir, são utilizados 14 músculos. Para beijar, 29.
Para dizer uma única palavra, usamos 70 músculos.
O menor músculo do corpo é o estapédio, que fica na cavidade do tímpano, no ouvido médio.
Porque é que precisamos respirar?
Todas as células do nosso corpo precisam de oxigênio. Sem ele, elas não se conseguiam mover, reproduzir, e transformar a comida em energia.
Como é que respiramos?
A respiração é feita com a ajuda do Diafragma e outros músculos do peito e do abdômen. Estes músculos aumentam literalmente o espaço e a pressão dentro do nosso corpo para permitir a respiração. Quando o diafragma desce, não só deixa mais espaço para os pulmões se expandirem, mas também baixa a pressão do ar dentro do corpo. Inspiramos o ar do exterior, que tem uma pressão maior. O ar expande os pulmões como se fossem dois balões. Quando o diafragma relaxa, a cavidade torácica volta ao seu tamanho normal. Os músculos apertam as costelas e os pulmões para expelir o ar.
Tudo começa no nariz
Inspiramos cerca de 20 vezes por minuto. Quando o fazemos, inalamos o ar através da cavidade nasal, onde ele é filtrado, aquecido e humidificado. De seguida, passa pela garganta. Curiosamente, o esôfago (onde entra a comida) está na parte da frente da garganta, e a traquéia (onde passa o ar) está na parte de trás. Quando comemos, existe um 'alçapão' - a epiglote - que tapa a traquéia de modo a que a comida não entre para os pulmões.
O ar tem um longo caminho a percorrer até chegar aos pulmões. Vai descendo pela traquéia, passando pelas cordas vocais até se dividir em dois tubos que o levam a cada um dos pulmões. Dentro dos pulmões, os tubos, chamados brânquias, dividem-se em tubos ainda menores, tais como os ramos de uma árvore. No final destes tubos, existem milhões de bolhas ou sacos minúsculos chamados alvéolos. Se espalhasse-mos os alvéolos de um adulto eles dariam para cobrir uma área de um terço do tamanho de um campo de tênis.
O que fazem estes sacos?
Eles ajudam a realizar uma tarefa mágica. Os sacos levam o oxigênio que inspiramos até à corrente sangüínea. Eles trocam o ar por produtos que não sejam necessários, tais como o dióxido de carbono, que não pode ser usado pelas células.
Como é que acontece esta troca?
Com a ajuda dos glóbulos vermelhos que funcionam como camiões de uma empresa de mudanças. Eles aparecem junto dos alvéolos para trocar o dióxido de carbono pelo oxigênio puro acabado de ser inspirado. Durante este processo, os glóbulos passam de uma cor púrpura para o vermelho vivo à medida que começam a carregar os oxigênio para todas as células do corpo.
O que acontece ao dióxido de carbono?
Passa pelos pulmões, sobe pela traquéia e sai quando expiramos. Não precisamos dar ordens ao cérebro para continuar a respirar, pois ele faz com que os pulmões respirem automaticamente.
Se extraíssemos um pulmão e o abríssemos totalmente (estendendo-o) ele teria o mesmo tamanho que um campo de tênis.
Os pulmões contêm quase 2400 quilômetros de vias aéreas e mais de 300 milhões de alvéolos.
As plantas são nossas parceiras na respiração. Nós inspiramos oxigênio e expiramos dióxido de carbono. As plantas absorvem o dióxido de carbono e largam oxigênio.
As pessoas têm tendência para apanhar mais constipações no Inverno porque passam mais tempo dentro de casa e mais tempo perto de outras pessoas. Quando uma pessoa espirra, tosse ou até mesmo respira, os germes passam para o ar.
É impossível lamber o seu próprio cotovelo.
Se você espirrar com muita força pode partir uma costela.
Se você tentar impedir que um espirro seja expelido pode morrer ou causar a ruptura duma veia no cérebro ou na nuca.
Se você mantiver, à força, os olhos abertos durante um espirro, é possível que eles saiam das órbitas.
Tal como as impressões digitais, a superfície da língua é diferente de pessoa para pessoa.
O músculo mais potente do corpo humano é a língua.
É impossível espirrar com os olhos abertos.
A cada ano, 98% dos átomos do seu corpo são substituídos.

Imprimir página